Minas Gerais | Monte Verde | Sudeste do Brasil

Roteiro: fim de semana romântico em Monte Verde

8 de fevereiro de 2015

Nada como programar um fim de semana romântico em uma das cidades mais charmosas do interior de Minas. Confira minhas dicas para Monte Verde:

Monte Verde/Foto: Aline Sanae
Monte Verde/Foto: Aline Sanae

Monte Verde fica em MG, mas é bem pertinho de SP, fica a 2h30 da capital. A cidade é muito comparada com Campos do Jordão, mas eu acho Monte Verde muito mais bonita e romântica. A estrada para chegar à cidade é cheia de mirantes e paisagens de tirar o fôlego, infelizmente não tenho nenhuma para compartilhar agora, mas deixe sua câmera preparada para tirar fotos de Camanducaia até Monte Verde.

Para começar, escolha um bom hotel. Em Monte Verde há muitos hotéis e pousadas, o importante é encontrar um que tenha aquecimento ou lareira, pois no inverno é realmente frio por lá. Fiquei em um chalé na Pousada das Montanhas. Um charme…. tinha piscina com água natural, óbvio que nem chegamos perto dela, mas tinha, rs… o café da manhã era excelente e tinha um bosque lindo dentro da pousada. Escolhemos um chalé com lareira e não nos arrependemos, apesar de tudo ficar com cheiro de lenha nos dias seguintes: cabelo, roupas, bolsas, malas, rsrs. Adoramos!

Chalé das Araucárias/Foto: Aline Sanae
Pousada das Montanhas/Foto: Aline Sanae
Piscina natural da pousada/Foto: Aline Sanae
Piscina natural da Pousada das Montanhas/Foto: Aline Sanae
DSC06630
Bica dentro da Pousada das Montanhas/Foto: Aline Sanae

O bosque era lindo, tinha umas casinhas para esquilos e uns lugares em que o pessoal da pousada deixava comidinhas para eles virem, encontramos alguns por ali, como eu nunca tinha visto esquilo antes, fiquei encantada… pertinho do centro da cidade e mesmo assim, bem conversado e cheio de verde.

Casinha para esquilos na pousada/Foto: Aline Sanae
Casinha para esquilos na Pousada das Montanhas/Foto: Aline Sanae
Bosque dentro da pousada/Foto: Aline Sanae
Bosque dentro da Pousada das Montanhas/Foto: Aline Sanae
Lareira do chalé/Foto: Aline Sanae
Lareira do chalé na Pousada das Montanhas/Foto: Aline Sanae

Mas chega de fazer propaganda gratuita da pousada e vamos ao que interessa: os passeios. Em Monte Verde, é importante saber, que tudo é concentrado em uma avenida só… uma pista que vai outra que volta, com restaurantes, bares, lojas, agências de turismo, tudo o que você precisa está ali.

Passeio de Quadriciclo

Monte Verde/Foto: Aline Sanae
Uma das vistas o passeio de quadriciclo/Foto: Aline Sanae

Esse passeio eu super recomendo, mesmo no frio… custa R$100 por pessoa . Fiz o último horário do dia, então vi paisagens lindas com pôr do sol de tirar o fôlego, mas dá para fazer o passeio de dia também… dura em torno de uma hora e você conhece alguns pontos turísticos da cidade, os pontos altos, mirantes, o Paulo das trutas, por aí vai. Procure uma agência na avenida principal e não deixe de ir.

Patinação no gelo

Patinação no gelo em Monte Verde/Foto: Aline Sanae
Patinação no gelo em Monte Verde/Foto: Aline Sanae

Para quem gosta de patinar, Monte Verde tem um ringue de patinação no gelo que fica aberto o ano inteiro… a pista é pequena, mas já dá pra matar a vontade de quem gosta ou nunca andou. O preço é justo e contado por hora, além disso, você pode comprar luvas por R$5 se estiver com muito frio. O telefone para contato é: (35) 3438-1440.

O aeroporto mais alto do Brasil

Foto: Aline Sanae
Foto: Aline Sanae

Em Monte Verde encontra-se o aeroporto mais alto do Brasil. Mas calma, nem se empolgue. A vista dali para a cidade é incrível, mas a pista do aeroporto é pura lama. Vale a ida até lá para tirar fotos, saem de lá passeios panorâmicos pela cidade.

Aeroporto de Monte Verde/Foto: Aline Sanae
Aeroporto de Monte Verde/Foto: Aline Sanae

Avenida Monte Verde

Diferentemente de Campos, em que você tem um centro grande e várias ruazinhas para desbravar, Monte Verde gira em torno de uma só avenida, a Monte Verde, rs. É aí que você vai encontrar lojas, galerias, cafés, restaurantes, bares, agências de viagem, banco, etc. Aliás, que fica travada em fins de semana frios, por exemplo, fim de semana do dia dos namorados, rs.

Avenida Monte Verde - via principal da cidade/Foto: Aline Sanae
Avenida Monte Verde – via principal da cidade/Foto: Aline Sanae

Onde comer

A Avenida Monte Verde tem um monte de opções, eu achei os restaurantes de Monte Verde um pouco mais caras que Campos, mas talvez seja a época do ano, vale rever isso quando eu for novamente. Uma boa opção são os fondues, principalmente em dias frios, me pareceu que o valor é meio que padrão lá, R$39 por pessoa! No almoço, comi uma truta mais ou menos e como estava péssimo acabei não anotando o nome do lugar e esqueci da foto 🙁

Mas no dia seguinte, compensei no Restaurante Pucci. O restaurante em si, já é uma maravilha… eu pedi um talharim a pariense, que estava uma delícia. Vinha muito também, acho que esse prato dava para duas pessoas comer tranquilamente, mas como a gente não sabia, pedimos dois pratos diferentes.

DSC06615
Restaurante Pucci/Foto: Aline Sanae

A pessoa que estava comigo pediu o Nhocão a bolonhesa, que estava bom, mas nada de sensacional, se comparado ao meu, rsrs.

Restaurante Pucci/Foto: Aline Sanae
Restaurante Pucci/Foto: Aline Sanae

Também jantei em uma das noite na Adega do Chicão e passei muito mal depois, então não recomendo, além de ter achado o atendimento péssimo.

Fazenda Radical

Em Monte Verde há algumas fazendas com ecoturismo, esportes radicais, arvorismo, arco e flecha… para quem quiser, procure o Espaço Adélia ou o Circuito Radical (http://www.fazendaradical.com.br/)

logo (1)

Já para quem gosta de trilhas, não deixe de ir até a Pedra Partida ou a Pedra Redonda, para os mais radicais, escalada até o Chapéu do Bispo e Pico Selado.

Foi para Monte Verde? Deixe sua dica aí nos comentários 🙂

 

Only registered users can comment.

  1. Dica: dependendo da época do ano, vá com paciência. O povo dessa cidade não gosta muito de trabalhar. Fui num fim de ano, durante a semana, e eles abrem as lojinhas meio período ou nem abrem, pq cada hora têm uma desculpa. Não abrem na terça pq não tem movimento. Fecham cedo (ou não abrem) na sexta pq vão trabalhar no sábado .. e por aí vai.

  2. Outras dicas: O restaurante Pinheiro Velho (que fica bem no começo da avenida) tem um bom atendimento e a comida é divina. Mais pro final da avenida tem um mini shopping chamado Celeiro. Além de comprar coisinhas bem legais, é possível ver e tirar fotos dos esquilos que têm um lugarzinho especial no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *